PESO CUBADO DENTRO DA LOGÍSTICA

PESO CUBADO DENTRO DA LOGÍSTICA

Entenda a importância do peso cubado dentro da Logística

Marcelo Banzato Blog 315 views 5 min. de leitura

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

 Quando o assunto é transporte de cargas, existem diversos fatores que determinam a taxa de frete a ser paga. Sejam os impostos, a distância a ser percorrida e até mesmo o peso e volume da carga transportada. Pensando neste assunto, trouxemos para o artigo desta semana a importância do peso cubado e da cubagem para a Logística. É muito importante saber como é calculado o volume/peso de uma carga a ser transportada.

Vamos em frente!

Peso cubado

O peso cubado indica o espaço que é realmente ocupado pela carga dentro do veículo. Esse valor é alcançado por meio de uma fórmula que envolve o comprimento, a largura e altura da embalagem, além do fator de cubagem que a transportadora informa. Sendo assim, o peso cubado pode ser encontrado usando a seguinte fórmula:

Comprimento x Largura x Altura x Fator de cubagem

Exemplo:

O volume a ser transportado possui as dimensões: 70cm x 40cm x 20cm O fator de cubagem considerado nesse caso é o padrão de 300.

Logo, o peso cubado é de: 0,70 x 0,40 x 0,20 x 300 = 16,8 Kg

Vale lembrar que, na hora de realizar esses cálculos, é necessário atentar para as unidades de medida do volume. Isso é importante, pois existem empresas que trabalham com a divisão pelo fator de cubagem na fórmula (em vez da multiplicação).

Portanto, é necessário verificar as unidades do peso (gramas, quilos ou toneladas) e das dimensões (centímetros ou metros). Assim, sempre que receber a informação do fator de cubagem, é recomendável realizar essa análise e, caso necessário, fazer as conversões.

Obs.: O peso cubado no caso da caixa do primeiro exemplo seria de 105Kg (multiplicando as dimensões pelo fator cubagem de 300).

O fator de cubagem

O fator de cubagem é um número constante que equivale a 1m³ dentro do veículo que será usado para transportar as cargas. Ele é definido de acordo com o que se considera ideal para uma carga.

Cada modal de transporte possui um fator de cubagem diferente, já que cada um possui uma capacidade de carga distinta. De modo geral, no rodoviário, 1m³ equivale a 300kg.

Veja os exemplos abaixo:

Modal Aéreo

No transporte aéreo, por regulamentação IATA (Internacional Air Transport Association), uma aeronave acomoda 166,66 kg (167 arrendondando) em 1 metro cúbico, ou seja, a relação de peso/volume é de 1:6.

O cálculo é sempre o mesmo: Xm3 x 167 kg

Modal Terrestre

No transporte rodoviário, por regulamentação, um caminhão acomoda 300,00 kg em 1 metro cúbico, ou seja, a relação de peso/volume é de 1:3.

O cálculo é sempre o mesmo: Xm3 x 300 kg

Na Prática

Caixa com medidas 0,40 cm x 0,40 cm x 0,40 cm e peso real de 5 kg. M3 = 0,40 x 0,40 x 0,40 = 0,064 m3 Modal aéreo = xm3 x 167 ou 0,064 x 167 = 10,68 kg cubados A caixa tem peso real de 5 kg e cubado de 10,68 será cobrado o valor de 11,00 kg*. Modal rodoviário = Xm3 x 300 ou 0,064 x 300 = 19,20 kg A caixa tem peso real de 5 kg e cubado de 10,68 será cobrado o valor de 20,00 kg*.

 * Frete cobrado por frações de 1 kg

Qual a importância da cubagem para o negócio?

A cubagem é fundamental para identificar qual a capacidade de carga disponível em um veículo e, ao mesmo tempo, quais são suas limitações em peso e volume.

Essa informação é essencial para que se consiga consolidar todos os envios da forma mais eficiente possível, equilibrando o peso bruto com o espaço físico — e evitando as situações explicadas anteriormente, principalmente a ociosidade do veículo, o que gera aumento dos custos operacionais.

Sendo assim, pode-se dizer que essa métrica é fundamental para planejar o transporte da melhor forma possível.

Como a cubagem interfere no cálculo do frete?

A cubagem e o peso cubado são variáveis fundamentais no que diz respeito aos custos de transporte de uma empresa.

Principalmente pelas questões de peso e espaço ocupado dentro do veículo, já citadas anteriormente, considerar somente as dimensões lineares ou somente o peso bruto pode fazer com que a cobrança de frete seja inadequada.

Sendo assim, para simplificar essa equação, muitas transportadoras optam por incluir a variável de “frete peso” no cálculo da cobrança do envio. Ele trata da relação entre o peso bruto e o cubado, prevalecendo o maior entre os dois.

Ou seja, por influenciarem na formação da carga, a cubagem e o peso cubado possuem relação direta com o cálculo de frete que é feito pelas transportadoras.

Para exemplificar esse ponto, voltemos ao exemplo anterior.

Se o volume a ser transportado possui as dimensões: 70cm x 40cm x 20cm e o fator de cubagem considerado é de 300, o peso cubado desde volume é de: 0,70 x 0,40 x 0,20 x 300 = 16,8Kg

Supondo que seu peso bruto seja menor que 16,8kg, o peso cubado de 16,8kg prevalecerá no cálculo do frete.

Por outro lado, vamos considerar um volume muito menor, de dimensões 10cm x 10cm x 10cm. Com base no mesmo fator de cubagem, seu peso cubado é de 3,0kg. Porém, caso seu peso bruto seja maior — por exemplo, de 16,8 kg — este é o fator que ditará o custo do seu frete.

Como se pode ver, o cálculo de cubagem e peso cubado das cargas são muito importantes para que as transportadoras alcancem maior eficiência. Para o cliente, isso se traduz em um serviço com mais qualidade e um custo menor — já que ser mais eficiente permite oferecer preços mais competitivos.

Ainda tem dúvidas de como calcular o valor correto do frete de acordo com as dimensões e peso do produto?

Confira algumas dessas soluções baixe o [E-BOOK] SOLUÇÕES LOGÍSTICAS: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER.

[E-BOOK] SOLUÇÕES LOGÍSTICAS: TUDO QUE VOCÊ PRECISA SABER

Fale com um de nossos especialistas e tire suas dúvidas.

+55 11 4612.4680

Gostou deste artigo? Então acompanhe nosso blog e se inscreva agora mesmo para aproveitar todos os conteúdos!

Até a próxima semana.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Marcelo Banzato
Marcelo Banzato

CEO da empresa Cotlog Soluções Logísticas é pós-graduado no curso Executivo em Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas. Possui em seu currículo várias certificações internacionais na área da hipnoterapia.

Todos as publicações do(a) autor(a)

Deixe seu comentário aqui:

Artigos Relacionados